São Miguel, proteção contra as ciladas do inimigo

Não lutamos contra pessoas ou situações, mas contras as forças do Mal

São Paulo já nos alertava “Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio. Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal espalhadas nos ares.” (Ef 6, 11s) Que tipo de ciladas os demônios armam contra nós?

Muitas vezes achamos que lutamos contra o alcoolismo de um marido, a neurose ou os ciúmes de uma esposa, a drogadição de um filho, a corrupção dos políticos, etc. Precisamos olhar com os olhos espirituais. Por trás de cada situação dessa, podemos encontrar espíritos malignos que querem levar sua família à perdição, para levar sua alma, e a alma dos seus ao inferno. Se Deus quer nossa Salvação, o diabo quer nossa condenação.

São Miguel Arcanjo, príncipe dos anjos nos foi dado como defensor contra todo Mal. Miguel faz ecoar em todo tempo e lugar, o grito do “Quem como Deus?”, que evoca sobre todos a soberania do Deus Todo-Poderoso. Portanto, não cansemos de procurar o Senhor, através dos sacramentos, de uma vida de fé, em meio aos irmãos, e em estado de contínua vigilância.

TESTEMUNHO

A bondade de Deus sempre se mostrou benfazeja. A jovem Joanita vivenciou essa experiência. Vocacionada ao matrimônio, ela trazia em seu coração um vivo desejo de ser mãe. Seu esposo também comungava da ideia de ser pai, tendo no seio familiar o fruto do amor conjugal.

Este sonho tinha, porém, um empecilho. Joanita não tinha condições de engravidar e, ainda que fosse feito uma inseminação artificial, teria por volta de 25% de chances de conseguir a formação do feto.

Diante deste quadro tão difícil, esta família pôs-se em oração, pedindo o patrocínio e proteção de São Miguel Arcanjo e de Santa Rita. A oração, quando dirigida com fé, é capaz de transformar situações e vidas; a intervenção divina não tarda, pois o Pai do céu dará em abundância a sua graças aos que dela necessitam. Depois de um tempo, por meios naturais, ainda que numa gravidez de risco, foi concebida uma pequena criança: presente de Deus à mãe que no Senhor pôs sua confiança.

Hoje, a Antonella Rita, criança tão esperada, chegou ao nosso convívio, cheia de saúde e alegria. Esta história de fé e devoção nos chegou pela Dona Ediméia, que cheia de felicidade veio consagrar a Deus pela intercessão do Arcanjo, chefe da milícia celeste, a vida de seus netos, Antonella e João Lucas.

One thought on “São Miguel, proteção contra as ciladas do inimigo

Comentário

Your email address will not be published.Required fields are marked *

Facebook Twitter Instagram YouTube