Orações a São Miguel Arcanjo

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e as ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pelo divino poder, precipitai no inferno a satanás e a todos os espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.

Sacratíssimo Coração de Jesus, tende piedade de nós! (3x)

Glorioso São Miguel Arcanjo, o primeiro entre os Anjos de Deus, guarda e protetor da Igreja. Lembrando de que Nosso Senhor Vos confiou a missão de velar pelo seu povo em marcha para a vida eterna, mas rodeado de tantos perigos e ciladas do dragão infernal, eis-nos prostrados aos Vossos pés, para implorar confiadamente Vosso auxilio, pois não há necessidade alguma em que não vos possais valer. Sabeis das dificuldades que nossos irmãos enfermos sofrem. Intercedei junto de Deus por eles, para que alcancem a recuperação, a saúde e a salvação. Dai-lhes também a paciência e aquilo que sabeis que é mais do agrado de Deus. Amém.

Ó São Miguel Arcanjo, na vossa missão de pesar na balança da justiça divina aqueles que passam pela experiência da morte, e tendo recebido de Deus a missão de conduzir as almas para o céu, olhai por todos os nossos falecidos. Pedi a Deus por eles para que alcancem a felicidade eterna. Que todos os falecidos, tendo passado pela morte, participem do convívio dos santos. Amém.

Ó Grande São Miguel Arcanjo, príncipe e chefe das legiões angélicas, penetrado do sentimento de vossa grandeza, de vossa, bondade e vosso poder, em presença da adorável Santíssima Trindade, da Virgem Maria e toda a corte celeste, venho hoje consagrar minha família a vós. Quero, com minha família, vos honrar e invocar fielmente. Recebei-nos sob vossa especial proteção e dignai-vos desde então velar sobre os nossos interesses espirituais e temporais. Conservai entre nós a perfeita união do espírito dos corações e do amor familiar. Defendei-nos contra o ataque inimigo, preservai-nos de todo mal e, particularmente, da desgraça de ofender a Deus. Que por nossos cuidados, devotados e vigilantes, cheguemos todos à felicidade eterna. Dignai-vos, grande São Miguel Arcanjo, reunir todos os membros de nossa família. Amém.

História

A Coroa de São Miguel Arcanjo, ou comumente chamada de “Rosário” ou “Terço” de São Miguel, teve seu início em Portugal, com uma freira Carmelita, atualmente Serva de Deus, Antônia de Astônaco. Em 1750, o próprio São Miguel Arcanjo apareceu a esta irmã e lhe declarou que desejava que ele fosse honrado, e Deus glorificado, através da recitação de nove invocações. Essas nove invocações correspondem a apelos dirigidos aos nove coros dos Santos Anjos.

Esta aparição deu a volta ao mundo através da célebre Coroa Angélica em honra a São Miguel e dos 9 Coros dos Anjos, com promessas salutares para vida e para a morte. Esta devoção está propagada em várias línguas, aprovada pelos respectivos bispos diocesanos e de modo especial pelo Papa Pio IX, sábio e santo, que a enriqueceu de indulgências em 8 de agosto de 1851. 

Num livro em espanhol, “Tiempo de Angeles”, de Blas Piñar, lê-se a citação do autor que diz o que viu em folhetos com a aprovação do Senhor Cardeal-Patriarca de Lisboa, D. Antônio Mendes Belo, do Senhor Bispo do Porto, de bispos franceses e espanhóis, mas com uma nota importante que não encontrada em nenhuma parte e que transcrevemos: “No livro 2º, Capítulo 74, da vida da Serva de Deus Antônia de Astônaco, lê-se que numa aparição a esta ilustre Serva de Deus, o Arcanjo São Miguel pediu que se compusessem em sua honra nove saudações, correspondendo aos nove coros dos Anjos; saudações que consistem, cada uma, na recitação de um Pai Nosso e três Ave-Marias. O glorioso Arcanjo prometeu que quem o honrasse desta maneira antes da Sagrada Comunhão, seria acompanhado à Sagrada Mesa por um Anjo de cada um dos nove coros. Prometeu também, a quem rezasse todos os dias essas nove saudações, a sua assistência e a dos santos Anjos durante a sua vida, e que depois da morte o livrará do Purgatório a ele e aos seus parentes”.

Oração

Reza-se na medalha do início:

P: Deus, vinde em nosso auxílio!

T: Senhor, socorrei-nos e salvai-nos!

P: Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.

T: Como era no princípio agora e sempre. Amém.

Primeira saudação:

Saudamos o primeiro coro dos Anjos e pedimos, pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos serafins, para que o Senhor Jesus nos torne dignos de sermos abrasados de uma perfeita caridade. Amém.

Pai Nosso… Três Ave-Marias… Glória ao Pai…

Jaculatória: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate.

Segunda Saudação: 

Saudamos o segundo coro dos Anjos e pedimos, pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Querubins, para que o Senhor Jesus nos conceda a graça de fugirmos do pecado e procurarmos a perfeição cristã. Amém. 

Pai Nosso… Três Ave-Marias… Glória ao Pai…

Jaculatória: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate.

Terceira Saudação: 

Saudamos o terceiro coro dos Anjos e pedimos, pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Tronos, para que Deus derrame em nossos corações o espírito de verdadeira e sincera humildade. Amém. 

Pai Nosso… Três Ave-Marias… Glória ao Pai…

Jaculatória: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate.

Quarta Saudação: 

Saudamos o quarto coro dos Anjos e pedimos, pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das Dominações, para que o Senhor nos conceda a graça de dominar nossos sentidos, e de nos corrigir das nossas más paixões. Amém. 

Pai Nosso… Três Ave-Marias… Glória ao Pai…

Jaculatória: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate.

Quinta Saudação:  

Saudamos o quinto coro dos Anjos e pedimos, pela intercessão de São Miguel e do coro celeste das Potestades, para que o Senhor Jesus se digne de proteger nossas almas contra as ciladas e as tentações de Satanás e dos demônios. Amém. 

Pai Nosso… Três Ave-Marias… Glória ao Pai…

Jaculatória: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate.

Sexta Saudação: 

Saudamos o sexto coro dos Anjos e pedimos, pela intercessão de São Miguel e do coro admirável das Virtudes, para que o Senhor não nos deixe cair em tentação, mas que nos livre de todo o mal. Amém. 

Pai Nosso… Três Ave-Marias… Glória ao Pai…

Jaculatória: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate.

Sétima Saudação: 

Saudamos o sétimo coro dos Anjos e pedimos, pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Principados, para que o Senhor encha nossas almas do espírito de uma verdadeira e sincera obediência. Amém. 

Pai Nosso… Três Ave-Marias… Glória ao Pai…

Jaculatória: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate.

Oitava Saudação: 

Saudamos o oitavo coro dos Anjos e pedimos, pela intercessão de São Miguel e do coro celeste dos Arcanjos, para que o Senhor nos conceda o dom da perseverança na fé e nas boas obras, a fim de que possamos chegar a possuir a glória do Paraíso. Amém. 

Pai Nosso… Três Ave-Marias… Glória ao Pai…

Jaculatória: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate.

Nona Saudação: 

Saudamos o nono coro dos Anjos e pedimos, pela intercessão de São Miguel e do coro celeste de todos os Anjos, para que sejamos guardados por eles nesta vida mortal, para sermos conduzidos por eles à glória eterna do Céu. Amém.

Pai Nosso… Três Ave-Marias… Glória ao Pai…

Jaculatória: São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate.

Ao final, reza-se:

Um Pai Nosso em honra de São Miguel Arcanjo.

Um Pai Nosso em honra de São Gabriel.

Um Pai Nosso em honra de São Rafael.

Um Pai Nosso em honra de nosso Anjo da Guarda. 

Antífona: 

Gloriosíssimo São Miguel, chefe e príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de Deus, nosso admirável guia depois de Cristo; vós, cuja excelência e virtudes são eminentíssimas, dignai-vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei pela vossa incomparável proteção, que adiantemos cada dia mais na fidelidade em servir a Deus. Amém. 

P: Rogai por nós, ó bem-aventurado São Miguel, príncipe da Igreja de Cristo. 

  1. Para que sejamos dignos de suas promessas. Amém.

Oremos:

Deus, todo poderoso e eterno, que por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens, escolhestes para príncipe de Vossa Igreja o gloriosíssimo Arcanjo São Miguel, tornai-nos dignos, nós vo-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que na hora da nossa morte nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado de sermos introduzidos por ele na presença da Vossa poderosa e augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.

História

De uma tradição franciscana, a Quaresma a São Miguel Arcanjo é um tempo especial de oração e penitência, que tem início com a Festa da Assunção de Nossa Senhora, 15 de agosto, e termina no dia 28 de setembro, véspera da festa dos Arcanjos.

São Francisco de Assis passou sua vida alimentando muito sua alma, para manter sempre acessa a chama de seu amor por Jesus, deixando para nós um exemplo baseado em oração e sacrifício.

Sob o Irmão Sol, São Boaventura diz: “Um vínculo de amor indissolúvel unia-o aos anjos cujo maravilhoso ardor o punha em êxtase diante de Deus e inflamava as almas dos eleitos”.

Disse São Francisco, de acordo com a sua biografia: “Para honra de Deus, da Bem-aventurada Virgem Maria e de São Miguel Arcanjo, príncipe dos anjos e das almas, quero fazer aqui uma quaresma”.

Foi em 1224, dois anos antes de seu falecimento, que ele realizou a primeira quaresma em honra de São Miguel Arcanjo.

No dia 17 de setembro, durante sua quaresma, enquanto estava em oração no Monte Alverne, teve a visão de um serafim, o qual logo se aproximou. Este tinha seis asas de fogo e também estava crucificado, mãos e pés estendidos e amarrados numa cruz. Duas asas elevavam-se por cima de sua cabeça, duas outras estavam abertas para o vôo, as duas últimas cobriam-lhe o corpo. E, por meio desta visão, Francisco pôde compreender melhor o verdadeiro sentido da Paixão.

Disse São Francisco: “Ó Senhor, meu Jesus Cristo, duas graças eu Te peço que me faças antes de eu morrer: a primeira é que, em vida, eu sinta na alma e no corpo, tanto quanto possível, aquelas dores que Tu, Doce Jesus, suportaste na hora da Tua dolorosa Paixão. A segunda, é que eu sinta, no meu coração, tanto quanto possível, aquele excessivo amor, do qual Tu, Filho de Deus, estavas inflamado, para voluntariamente suportar uma tal paixão por nós, pecadores”.

Durante suas quaresmas, para não se igualar a Jesus, que ficou 40 dias e 40 noites em jejum total, São Francisco comia um pedaço de pão e bebia água no final de cada dia, pois se achava indigno de se igualar a Jesus.

E como podemos rezar a Quaresma de São Miguel Arcanjo? A partir do dia 15 de agosto, dia da Assunção de Nossa Senhora até o dia 28, véspera do dia de São Miguel Arcanjo, rezamos a Quaresma de São Miguel Arcanjo.

Trata-se de uma devoção, e as devoções devem nos ajudar a viver melhor a nossa fé e o nosso relacionamento com Deus. Esse é o primeiro motivo pelo qual devemos ter e rezar as santas devoções e também para interceder pelas nossas causas e pelas causas de nossos irmãos.

Uma devoção sadia nunca ocupa o lugar das práticas essenciais de nossa fé, como participar da Eucaristia Dominical, dos Santos Sacramentos, da leitura da Palavra de Deus e a prática da Caridade. O maior fruto das nossas devoções é ter um coração cada vez mais aberto para Deus e para os irmãos.

Para se preparar para esta quaresma é necessário:

  • Acender uma vela abençoada diante de uma imagem ou estampa de São Miguel;
  • Oferecer uma penitência durante os 40 dias;
  • Fazer o sinal da cruz;
  • Rezar todos os dias: oração inicial, ladainha de São Miguel e consagração a São Miguel. Se desejar, pode rezar também o Rosário de São Miguel.

 

ORAÇÃO INICIAL

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e as ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pelo divino poder, precipitai no inferno a satanás e a todos os espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.

Sacratíssimo Coração de Jesus, tende piedade de nós! (3x)

 

LADAINHA DE SÃO MIGUEL

Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.

Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Pai Celeste, que sois Deus, tende piedade de nós.
Filho, Redentor do Mundo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Espírito Santo, que sois Deus, tende piedade de nós.
Trindade Santa, que sois um único Deus, tende piedade de nós.

Santa Maria, Rainha dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, rogai por nós.
São Miguel, cheio da graça de Deus, rogai por nós.
São Miguel, perfeito adorador do Verbo Divino, rogai por nós.
São Miguel, coroado de honra e de glória, rogai por nós.
São Miguel, poderosíssimo Príncipe dos exércitos do Senhor, rogai por nós.
São Miguel, porta-estandarte da Santíssima Trindade, rogai por nós.
São Miguel, guardião do Paraíso, rogai por nós.
São Miguel, guia e consolador do povo israelita, rogai por nós.
São Miguel, esplendor e fortaleza da Igreja militante, rogai por nós.
São Miguel, honra e alegria da Igreja triunfante, rogai por nós.
São Miguel, luz dos Anjos, rogai por nós.
São Miguel, baluarte dos Cristãos, rogai por nós.
São Miguel, força daqueles que combatem pelo estandarte da Cruz, rogai por nós.
São Miguel, luz e confiança das almas no último momento da vida, rogai por nós.
São Miguel, socorro muito certo, rogai por nós.
São Miguel, nosso auxílio em todas as adversidades, rogai por nós.
São Miguel, arauto da sentença eterna, rogai por nós.
São Miguel, consolador das almas que estão no Purgatório, rogai por nós.
São Miguel, a quem o Senhor incumbiu de receber as almas que estão no Purgatório, rogai por nós.
São Miguel, nosso Príncipe, rogai por nós.
São Miguel, nosso Advogado, rogai por nós.

Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, atendei-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.

Oremos: Rogai por nós, ó glorioso São Miguel, Príncipe da Igreja de Cristo, para que sejamos dignos de Suas promessas. Amém.

 

Oração: Senhor Jesus, santificai-nos, por uma bênção sempre nova, e concedei-nos, pela intercessão de São Miguel, esta sabedoria que nos ensina a ajuntar riquezas do Céu e a trocar os bens do tempo pelos da eternidade. Vós que viveis e reinais em todos os séculos dos séculos. Amém.

 

Ao final, reza-se:

Um Pai Nosso em honra de São Gabriel.
Um Pai Nosso em honra de São Miguel Arcanjo.
Um Pai Nosso em honra de São Rafael.

 

Oremos: Gloriosíssimo São Miguel, chefe e príncipe dos exércitos celestes, fiel guardião das almas, vencedor dos espíritos rebeldes, amado da casa de Deus, nosso admirável guia depois de Cristo; vós, cuja excelência e virtudes são eminentíssimas, dignai-vos livrar-nos de todos os males, nós todos que recorremos a vós com confiança, e fazei pela vossa incomparável proteção, que adiantemos cada dia mais na fidelidade em servir a Deus.

  1. Rogai por nós, ó bem-aventurado São Miguel, príncipe da Igreja de Cristo.
    R. Para que sejamos dignos de suas promessas. Amém.

 

Oração: Deus, todo poderoso e eterno, que por um prodígio de bondade e misericórdia para a salvação dos homens, escolhestes para príncipe de Vossa Igreja o gloriosíssimo Arcanjo São Miguel, tornai-nos dignos, nós vo-lo pedimos, de sermos preservados de todos os nossos inimigos, a fim de que, na hora da nossa morte, nenhum deles nos possa inquietar, mas que nos seja dado de sermos introduzidos por ele na presença da Vossa poderosa e augusta Majestade, pelos merecimentos de Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.

 

CONSAGRAÇÃO A SÃO MIGUEL ARCANJO

Ó Príncipe nobilíssimo dos Anjos, valoroso guerreiro do Altíssimo, zeloso defensor da glória do Senhor, terror dos espíritos rebeldes, amor e delícia de todos os Anjos justos, meu diletíssimo Arcanjo São Miguel: desejando eu fazer parte do número dos vossos devotos e servos, a vós hoje me consagro, me dou, me ofereço e ponho-me a mim próprio, a minha família e tudo o que me pertence, debaixo da vossa poderosíssima proteção.

É pequena a oferta do meu serviço, sendo como sou um miserável pecador, mas vós engrandecereis o afeto do meu coração. Recordai-vos que de hoje em diante estou debaixo do vosso sustento e deveis assistir-me em toda a minha vida e obter-me o perdão dos meus muitos e graves pecados, e a graça de amar a Deus, meu Salvador, de todo o coração, e a minha Mãe Maria Santíssima. Obtende-me aqueles auxílios que me são necessários para obter a coroa da eterna glória.

Defendei-me dos inimigos da alma, especialmente na hora da morte. Vinde, ó príncipe gloriosíssimo, assistir-me na última luta e com a vossa arma poderosa lançai para longe, precipitando nos abismos do inferno, aquele anjo quebrador de promessas e soberbo que um dia prostrastes no combate no Céu.

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate para que não pereçamos no supremo juízo. Amém.

Deixe seu Pedido aqui...

Deixe aqui seu pedido a São Miguel Arcanjo, ele não será publicado no site. Nossa equipe irá imprimi-lo e colocá-lo na urna ao lado de São Miguel. 

Basílica de São Miguel Arcanjo 2019.
Todos os Direitos Reservados.

Facebook Twitter Instagram YouTube