Conheça a devoção da gravidez de Nossa Senhora

Você já imaginou alguma vez como Maria viveu os nove meses de sua gestação? Desde o momento da Anunciação do Arcanjo Gabriel (cf. Lc 1, 26-38) até a chegada do Menino Jesus? Seja qual for a sua resposta, o convite que trazemos para você é se aprofundar e mergulhar neste Mistério diariamente.

Há na Igreja, uma devoção que te convida a passar nove meses com Maria. Por meio dela, é possível  viver todos os dias ao lado de Nossa Senhora à espera pela chegada de Jesus. À medida que o Verbo Divino é Encarnado e gerado no ventre de Maria, ele será também gerado em seu coração. Viver a novena da gestação de Maria é uma oportunidade única, de aprofundar o seu amor a Jesus e sua Mãe. Conhecer as suas dores, ser mais paciente, saber esperar e confiar diante de tantas incertezas, sabendo que Deus é a nossa certeza.

9 meses com Nossa Senhora e São José

Há alguns dias a Igreja recordou São José, pai adotivo de Jesus. Por meio desta novena você poderá acompanhar também a relação entre Maria e seu esposo. Como eles se prepararam para o nascimento do menino Deus, o respeito, carinho e admiração que possuíam um pelo outro. A viagem e o encontro de Maria com sua prima Isabel, as partilhas que tiveram, o cuidado da Mãe do Salvador com aquela que gerou são João Batista, o precursor.

Quanta riqueza há por trás desta novena! Quantos ensinamentos ela tem a oferecer! Por isso, convidamos você a se unir a Maria e caminhar com ela ao longo destes nove meses. Aprenda com o silêncio da Mãe, prepare a tua alma e coração a cada dia, para que seu coração possa estar aberto e atento para ouvir e acolher aquilo que Deus deseja te falar. Apresente seus medos, inseguranças, aquilo que tem agitado o seu coração. 

Ao longo deste tempo, você perceberá que até mesmo a oração do santo Terço ou o Rosário, ganharão um novo sentido e olhar. É tempo de aumentar à devoção aquilo que de mais precioso Maria nos deixou: a meditação nos santos mistérios da Vida e Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Reze com Fé

“Ó Maria, virgem Imaculada, Porta do Céu e causa da Nossa Alegria, Respondendo com generosidade ao Anúncio do Arcanjo São Gabriel, Vós pudestes dar curso ao plano de Deus para nossa salvação. Vós fostes, pela Providência Santíssima desde toda a eternidade, constituída vaso de eleição e moradia digna do Verbo Encarnado. Pelo vosso “sim” e fidelidade ao Pai celeste, o Espírito Santo teceu em vossas entranhas Jesus, nosso Senhor e Salvador.

Eis que desejando que o Filho de Deus que quis nascer em Vós, nasça também em meu coração e conceda-me o perdão de meus pecados, prostro-me aos vossos pés e vos imploro  com todo o fervor de minha alma, que vos digneis alcançar-me, do vosso Filho, a graça que tanto necessito…(colocar a graça)

Ouvi minha súplica, ó Virgem Santíssima, Nossa Senhora de Caná e de Pentecostes, Vós que, perante o trono da Graça, sois a “Onipotência Suplicante”, enquanto vou meditando, com reverência e filial afeto, todos os momentos de dor e de alegria, de desolação e de providência, que vos acompanharam em vossa bendita e singular Gestação, na qual trouxestes em vosso ventre por nove meses o Filho do Deus Altíssimo.

Mãe da obediência e Medianeira de todas as graças, Vós esperastes o tempo necessário para trazer ao mundo o Rei do universo. Eis que, com fé e fidelidade, aguardo a graça que vos suplico, embora me pareça muito difícil de acontecer, impossível ou até demorada para chegar. Ajudai-me, pois, ó Mãe da ternura, virgem do silêncio e da escuta, a sofrer em santa espera o tempo e as demoras de Deus, com sobriedade de vida, alegria e perseverança. Fazei que eu jamais desanime, ou seja, pelo inimigo vencido.

Conduzi-me ao paraíso de Vosso Dulcíssimo Jesus e passai a frente, ó Mãe desatadora dos Nós, de cada uma de minhas necessidades, perigos ou aflições, desatando e desembaraçando por vossa força e poder, um dos nós que eu, o mundo ou o nosso inimigo comum causamos em minha vida, caminhada e vocação.

E se não bastassem os meus pecados, Ó Senhora dos Remédios, do Bom parto e do Perpétuo Socorro, ainda vos peço, em virtude dos vossos cuidados e suplícios para com Jesus em Vosso ventre, por todas as mães grávidas, para que tenham uma boa hora, e também por todas aquelas que passam por uma gestação delicada, pelas que são atormentadas pela idéia de abortar seus filhos e pelas que não podem ou não consegue tê-los.

Ó Senhora do Carmo, das Dores e da Defesa, mão e colo que embalaram Jesus, consolai todas as mães que rezam pela volta de seus filhos ao lar e aos bons costumes. Recompensai as mães que geram filhos para Deus, instruindo-os na fé e entregando-os à vida sacerdotal e religiosa.

Nossa Senhora da Anunciação, rogai por nós.

Nossa Senhora de Belém, rogai por nós. Amém.”

Rezar 9 Ave-Marias, em honra de cada um dos 9 meses em que Jesus esteve no ventre de Nossa Senhora acompanhadas da seguinte jaculatória:

“Benditas sejam a Santa Gravidez e a Imaculada Conceição da bem-aventurada sempre virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe.”

Comentário

Your email address will not be published.Required fields are marked *

Facebook Twitter Instagram YouTube