Pastoral da Solidariedade: faça parte também!

São mais de 50 famílias acompanhadas mensalmente, atendimentos eventuais – que representam um número muito superior ao que se mantém de acompanhamento periódico –, em torno de 900kg de alimentos distribuídos todos os meses, atendimento médico e promoção humana. Estas e outras são as atividades exercidas pela pastoral da Solidariedade. Acompanhe essa pequena entrevista que fizemos com o Renato Hakim, coordenador da Pastoral da Solidariedade:

1. Qual o público alvo da pastoral da solidariedade na Basílica de S. Miguel Arcanjo?

É quem tiver necessidade! No momento em que a família estiver passando por alguma necessidade, nós nos fazemos presente. Inclusive, mesmo se a carência não for de ordem material, se precisarem – por exemplo – de uma visita, nós vamos até a casa da pessoa com o padre, ou o diácono, fazemos uma oração. O principal critério é o que a família apresenta como necessidade naquele momento.

2. Como é a atuação da pastoral junto a essas pessoas?

O objetivo é ajudar a família ou uma pessoa que está passando necessidades. Através da secretaria paroquial ou por meio de ligações, nós descobrimos onde essas pessoas estão. A gente faz uma visita, uma avaliação. Se preciso for, fazemos um cadastro e passamos a acompanhar oferecendo a essas pessoas o que elas precisam para se manterem com dignidade até que possam adquirir autonomia novamente.

Para ajudar, entre em contato com a secretaria paroquial!

Comentar

*

Facebook Twitter Instagram YouTube