São Miguel Arcanjo, nosso auxílio em todas as adversidades

Você sabia que São Padre Pio era devoto de São Miguel Arcanjo?! Padre Pio costumava valer-se da proteção de São Miguel em diversas situações, desde menino. E quando se tornou sacerdote, recorria ao Arcanjo para que ele o ajudasse a desmascarar as mentiras do demônio e para anunciar as verdades de Cristo.

A devoção e o amor a São Miguel Arcanjo é bem antiga, está narrada nas Sagradas Escrituras. Do Antigo Testamento sabemos que São Miguel foi instituído protetor do Povo Israelita: “Surgirá Miguel, o grande Príncipe, que guardará o teu povo” (Dan 12,1); Além disso, o próprio Arcanjo apresentou-se a Josué como príncipe do exército do Senhor (cf. Josué 5,14).

No Novo Testamento, no livro do Apocalipse, lemos sobre o tão conhecido embate de São Miguel contra o demônio, a grande batalha do bem contra o mal, na qual o demônio foi expulso do céu: “E houve no céu uma grande batalha: Miguel e os seus anjos pelejavam contra o dragão, e o dragão com os seus anjos pelejavam contra ele; porém estes não prevaleceram, e o seu lugar não se achou mais no céu” (Apo 12,7).

Essas intervenções do Arcanjo São Miguel em favor do Povo de Deus têm motivado a Igreja a uma especial veneração por ele. Se no Antigo Testamento São Miguel foi o protetor do povo Judeu, com o nascimento do cristianismo ele passou a ser o protetor da Igreja Católica e padroeiro dos agonizantes.

Assim como São Padre Pio, também nós podemos recorrer a São Miguel Arcanjo em todas as adversidades da vida. Por isso, na tribulação, nos momentos de decisão, e em qualquer situação: Valei-nos São Miguel Arcanjo!

Comentar

*

Facebook Twitter Instagram YouTube