5 dicas para viver bem o mês mariano

Maio é o mês de Maria, um tempo em que os católicos são convidados a viver mais intensamente a devoção à Nossa Senhora. Por isso, apresentamos 5 dicas para você viver bem esse período e crescer na amizade com a Mãe de Deus e nossa Mãe.

1. Dedique-se à oração do rosário

Uma das orações que mais nos aproximam de Nossa Senhora enquanto seus filhos é o Santo Terço. Ao recitá-lo estreitamos nossos laços de amor enquanto fortalecemos nossa fé em Jesus Cristo, nosso Salvador.

A própria Virgem Maria deseja que façamos dessa oração uma prática diária. Tanto nas Suas aparições em Lourdes (em 1858), quanto em Fátima (em 1917), Ela pede insistentemente para que rezemos o rosário. “Rezem o terço todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo”, expressou muitas vezes a Virgem aos pastorinhos santa Jacinta, são Francisco Marto e Lúcia.

Diante da dificuldade que o mundo está vivenciando no combate ao novo coronavírus, além da oração do terço, que pode ser rezado de maneira individual ou em família, o Papa Francisco propõe-nos mais duas orações que ele mesmo rezará em todos os dias deste mês mariano ao final de cada Terço. “A contemplação do rosto de Cristo, juntamente com o coração de Maria, nossa Mãe, tornar-nos-á ainda mais unidos como família espiritual e ajudar-nos-á a superar esta prova. Eu rezarei por vós, especialmente pelos que mais sofrem, e vós, por favor, rezai por mim”, expressou o Santo Padre. 

Clique aqui para ver a carta do Papa Francisco e as duas orações para este tempo. 

2. Aprofunde seu conhecimento sobre os dogmas marianos

Quanto mais conhecemos, mais amamos. Então, se você quer crescer na amizade com Nossa Senhora dedique-se a conhecê-la melhor. Como? Estudando. Você sabia que existe uma disciplina dedicada ao estudo da pessoa de Maria Santíssima, sua veneração e importância para a Igreja Católica? É a Mariologia. Você pode fazer uma pesquisa na internet, em livros, ou até mesmo fazer um curso online de Mariologia para compreender quais são os dogmas e as doutrinas marianas da Igreja sobre a Mãe de Deus. 

A RCCBRASIL oferece um excelente curso sobre os Dogmas Marianos, elucidando questões de fé católica e a veneração à Virgem Maria. As aulas são ministradas pelo professor Felipe Aquino. Para ter informações do curso, clique aqui.

3. Dê destaque a uma imagem de Nossa Senhora no teu lar

Nossa Senhora tem muitos nomes, a ladainha oficial da Igreja dedicada a Ela evoca mais de 50 títulos. Os mais conhecidos são: Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora de Lourdes, Nossa Senhora de Guadalupe e, de maneira especial no Brasil, Nossa Senhora Aparecida. Todas são uma só: a Mãe de Deus e nossa Mãe. Neste mês mariano, prepare um local de destaque na tua casa para expor uma imagem de Nossa Senhora. Independentemente de qual título você tenha adotado para demonstrar a Ela sua devoção e amor, o que importa é você realizar aquilo que Ela sempre nos pede: oração!

 4. Reze o Ofício da Imaculada Conceição

Essa oração foi escrita no século XV pelo monge franciscano Bernardino de Bustis, foi aprovada pelo Papa Inocêncio XI em 1678 e enriquecida pelo pelo Papa Pio IX em 1876. O Ofício da Imaculada Conceição chegou ao Brasil com os portugueses e hoje é considerada um patrimônio de fé dos brasileiros. Esta oração tem seus escritos e louvações baseadas na Bíblia Sagrada. Como se trata de uma oração longa, você pode escolher um dia da semana para rezá-la, como o sábado, por exemplo, dia que na piedade popular é dedicado à devoção mariana. Veja aqui a oração Ofício da Imaculada Conceição.

5. Faça a consagração à Nossa Senhora

Muitos santos compreenderam que o melhor caminho para o céu é trilhar os passos de Jesus. Ora, se Ele iniciou Sua vida nesta terra no ventre de Maria, tendo-a como Mãe, também nós podemos trilhar nossa caminhada rumo ao céu por meio de Maria, deixando tudo aos cuidados daquela que o próprio Cristo nos deu por Mãe. É por isso que São Luís de Montfort (1673-1716) escreveu no fim de sua vida um roteiro para a consagração a Jesus por meio de Maria. Sua obra foi impressa apenas no século XIX e de lá para cá foi traduzida para centenas de diferentes idiomas. O santo acreditava que assim como Deus quis servir-se de Maria na Encarnação, quer também servir-se dela na nossa santificação. Conheça o livro, “O tratado da verdadeira devoção”, de São Luís de Montfort.

Neste mês mariano procure se espelhar na Virgem Maria que confiou desmedidamente nas promessas de Deus. Possamos nós, a cada dia, repetir com Santa Faustina: “Maria é minha mestra, que me ensina sempre como viver para Deus”.  

Nossa Senhora Mãe de Misericórdia, rogai por nós!

Comentário

Your email address will not be published.Required fields are marked *

Facebook Twitter Instagram YouTube